Twitter indica tendências na cultura, bem-estar e tecnologia

Categoria: Blog

Esta semana, o Twitter divulga o Twitter Trends Brasil, relatório com as principais tendências culturais baseado na análise de 300 mil tópicos de conversas na plataforma entre dezembro de 2018 e novembro de 2020. A intenção da pesquisa é ajudar as marcas a estarem na vanguarda do que pode conectá-las com o público no futuro próximo. O relatório indica um crescimento nas conversas sobre bem-estar, principalmente saúde mental, integral e cuidado comunitário.

Junto com o estudo, o Twitter divulga nesta terça-feira, 18, uma plataforma com conteúdos exclusivos e vídeos de executivos abordando os temas. O estudo é resultado de uma parceria com a Black Swan Data e a Crowd DNA.

O bem-estar e autocuidado ganharam relevância na plataforma como resultado de uma tendência crescente, mas também alavancada pela pandemia da Covid-19. Ocorreu um crescimento de 148% nas conversas sobre cuidado comunitário; 175% em igualdade de direitos à saúde; 47% em saúde integral; 20% em autocuidado; e 17% em saúde mental. Enquanto isso, diálogos sobre fitness caíram.

Buscando conforto e controle, aumentaram as conversas sobre significado, maravilha, cosmos, espiritualidade e ficção fantástica, autoconhecimento, energia vital, equilíbrio emocional, cura e escapismo imaginativo. Debates mencionando as palavras significado, maravilha, cosmos, espiritualidade e ficção fantástica aumentaram 31%; busca pela espiritualidade em evolução cresceu 62%; escapismo imaginativo cresceu 87% em conversas sobre universo de fantasia e ficção científica; fascínio pela natureza cresceu 70%.

Além disso, também houve uma reflexão maior sobre o papel de cada um em sociedade, identidade,63% representatividade, igualdade, negritude, ética e empoderamento. No período do estudo, o termo “identidade” cresceu 35% nas menções; e houve aumento de 52% nos diálogos o que a sociedade é e defende individual e socialmente. O relatório ainda registrou 781% de aumento nas conversas sobre direitos dos negros; 345% de aumento nas conversas sobre igualdade; 66% sobre empoderamento; 52% sobre o valor coletivo dos fandons; 36% sobre representatividade; e 33% sobre ética.

No campo da cultura, os usuários aumentaram em 135% debates sobre criatividade e discussões sobre mudança de carreira, além de empreendedorismo, hobbies e passatempos. Transformar a criatividade em carreira teve um aumento de 79% nas conversas; também cresceu em 65% a discussão sobre distribuição; 46% sobre sobre hobbies e passatempos; e 61% sobre artesanatos.

Tecnologia e inovação dominaram a plataforma durante a pandemia. Os usuários buscam tecnologias inteligentes, que servem a propósitos maiores. O 5G e demais tecnologias novas dominaram as conversas com crescimento de 241% na plataforma; debates sobre tecnologias com propósito aumentaram 189%, assim como para o bem (20%) e na saúde (14%).

Autor: Agência Euro - Head

Compartilhar

Share on facebook
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin